Play Dog, um espaço para nossos amados!

0
0
0
s2smodern

Alguns condomínios estão destinando áreas expecíficas para os cães passearem, o chamado play dogs. Muitos condomínios novos, com mais áreas comuns, já contam com esse espaço ao serem entregues.

Ainda dá para deixar lixeirinha logo ao lado do portão de entrada dos animais, além de itens como saquinhos para recolher dejetos, bem legal, né?

Para os condomínios que não tem espaço, uma boa opção para aliviar o estresse dos bichinhos é contratar passeadores de cães. O síndico pode pedir a indicação de profissionais que já atuem no condomínio e deixar o contato no quadro de avisos.

#empresaamigadosanimais

Os varais nas varandas, te incomodam?

0
0
0
s2smodern

Colocar varal de piso ou bicicleta na varanda pode criar transtornos e provocar até multas em alguns condomínios. Mas como saber até onde as regras comuns podem intervir nessa área de uso privativo?

"A varanda é um local entendido como extensão da sala de estar", destrincha Fernando Fornícola, diretor da administradora Habitacional. "Essa é considerada uma área de descanso, para cadeiras ou sofás, e não para usar como área de serviço", afirma.

A ideia é que a sacada deve ser usada apenas para móveis e itens de decoração, mas o detalhamento das restrições deve ser feito por escrito.

"A convenção do condomínio ou o regulamento interno deve especificar o que é ou não permitido", diz Ana Paula Pellegrino, da administradora Adbens.

Em convenções de prédios mais recentes "não se permite colocar varais, bicicleta, gaiolas de passarinho, plantas suspensas", lista o administrador Márcio Bagnato.

Condomínios antigos costumam ser mais permissivos quanto ao uso desse espaço. Em geral, as restrições estão relacionadas a questões de segurança e de estética. É importante lembrar que varandas fechadas seguem as mesmas regras daquelas sem vidros.

Se a restrição for considerada excessiva ou o uso da varanda por algum vizinho incomodar outros moradores, isso é pauta a ser discutida em assembleia. Para alteração na convenção, é preciso a participação de dois terços dos condôminos.

Pessoas que vivem próximo ao mar são mais felizes, diz estudo

0
0
0
s2smodern

Qual é a sensação de quando você está na praia? Imagina poder caminhar pela manhã ou simplesmente contemplar o pôr do Sol beira mar durante suas tardes? Já diziam que o mar nos possibilita uma energia muito diferente, além do banho em água salgada que, literalmente, lava a alma e funciona como um energizante natural, mas será que isso é verdade?

Um estudo publicado pelo jornal Health & Place mostra que sim, as pessoas que vivem próximos do litoral são, de fato, mais felizes. Os pesquisadores do estudo se focaram na cidade de Wellington, na Nova Zelândia, para entender como a água afeta os níveis de humor e estresse nas cidades.

Para chegar a tal conclusão, os pesquisadores combinaram informações topográficas da cidade, que informam lugares de onde é possível ver o mar, com um estudo realizado nos anos de 2011 e 2012 que incluía perguntas sobre saúde e estilo de vida dos moradores.

No final das entrevistas, os pesquisadores descobriram que as pessoas que tem mais acesso para ver o mar apresentavam um índice mais baixo de estresse. O mesmo não se comprovou para aqueles que estavam mais perto de espaços verdes, como parques, por exemplo.

Fonte: Guia Viajar Melhor

Boletim Informativo

Atendimento Administrativo

  • (13) 3319-1900
  • gcgescon@gcgescon.com.br
  • Seg. à sexta das 9h às 12h e das 14h às 17h. Aos sábados, das 9h às 12h.
  • Rua Luis Pereira de Campos, 422 (Rua da Prefeitura) - Vila Itapanhaú
    Bertioga/SP (Ver Mapa)

Atendimento Operacional

  • (13) 3316-6690 / (13) 3316-1661
  • operacional@gcgescon.com.br
  • Seg. à sexta das 9h às 12h e das 14h às 17h. Aos sábados, das 9h às 12h.
  • Av. Marginal, 2.936 Loja 03 - Módulo 27 - Uptown - Riviera de São Lourenço Bertioga/SP (Ver Mapa)